8 perguntas sobre diabetes respondidas

Autor Linea Alimentos

Data segunda-feira, maio 20 de 2019

Compartilhe

1. Qual a importância de alimentos com fibras na alimentação desse tipo de paciente?

A fibra é um nutriente que não é absorvido pelo nosso organismo e, por isso, durante a digestão se agrupa ao açúcar, gordura e colesterol reduzindo a absorção destes. Por isso, a fibra promove alguns benefícios ao paciente diabético: redução dos picos de hiperglicemia, redução das taxas de triglicérides e colesterol, melhora do trânsito intestinal e aumento da sensação de saciedade.

2. Uma alimentação equilibrada substitui a medicação? Por quê?

A dieta deve ser discutida com o médico ou nutricionista que acompanha o paciente, sendo que esta afirmação pode ser feita apenas pelo médico. Caso o paciente faça uma dieta bem equilibrada e pratique atividade física, ele precisará de menos medicação, mas é necessária uma avaliação médica. Esta substituição poderia ser possível apenas para o portador de Diabetes tipo 2, porque ele produz insulina, porém a quantidade pode não ser suficiente, fazendo com que ele precise da medicação para melhorar a sua sensibilidade a insulina ou para estimular a produção de insulina. Já o portador de Diabetes tipo 1, não produz insulina e por isso sempre precisará da medicação.

3. Qual a quantidade diária de água indicada? Explique a importância desse líquido.

A água é muito importante para o funcionamento do corpo, já que o nosso organismo é composto de 70% de água. A falta de água em nosso corpo acarreta dores de cabeça, irritabilidade, mau hálito, boca seca, baixo rendimento, alta concentração da urina e, até mesmo, aumento do risco de formação de cálculos renais. Por isso, a recomendação da ingestão diária é de cerca de 35 ml por quilo. Este volume deve ser ingerido ao longo do dia e nunca ao mesmo tempo.

4. É necessário ter algum cuidado com o sal? Qual? Por quê?

Sim. O excesso no consumo de sal é um dos maiores fatores de risco para hipertensão. O paciente diabético já possui uma pré-disposição para doenças cardiovasculares, renais, oculares e vasculares, e a hipertensão prejudica todas estas doenças. Portanto, se faz necessária a redução do sal na dieta, para isso evite o uso de temperos prontos e atenção ao uso do saleiro de mesa.

5. Ao fazer uso da insulina, é permitido comer de tudo (incluindo doces e carboidratos de alto índice glicêmico)? Discorra.

Não. Existem diversos tipos de insulina e o tempo de ação de cada uma delas é diferente. Assim, apenas a insulina de ação rápida ou ultrarrápida é capaz de corrigir a glicemia rapidamente. O consumo indiscriminado de açúcares também não deve ser estimulado, pois se trata de um alimento com baixo valor nutricional e, muitas vezes, calórico.

6. O paciente com diabetes nunca poderá ingerir doces, por exemplo?

Atualmente, existem muitas opções de produtos zero açúcar com o sabor tão doce quanto os que possuem açúcar. Esses doces têm menos impacto na glicemia do paciente. De qualquer forma, o consumo do doce com ou sem açúcar dependerá de alguns fatores, como: peso do paciente, valores de glicemia, de como está o controle do diabetes, de qual quantidade e frequência que esse doce será consumido.

7. O consumo de café está liberado para esse tipo de paciente? Explique.

O café puro ou adoçado com adoçante não atrapalha o controle do diabetes. O aviso que deve ser dado, é que o café causa um estado de alerta e, por isso, não deve ser consumido próximo ao horário de dormir. A presença da cafeína estimula também a secreção de ácido no estômago, portanto, não deve ser consumido com ele vazio e em grandes quantidades, principalmente para aqueles que já tem histórico de gastrite.

8. Existem alimentos que são importantes para regular a glicemia e não devem faltar no cardápio do diabético? Comente e elenque-os.

A melhor maneira de controlar a glicemia é evitar o açúcar simples, como: o açúcar refinado, mel, doces e sucos concentrados, bem como grandes porções de frutas. Também é recomendado controlar a quantidade dos alimentos fonte de carboidratos complexos, como: os pães, biscoitos, arroz, batata, milho, farofa, bolos, mandioca e macarrão. Além disso, é indicado ingerir as versões integrais, pois a fibra presente nestes alimentos retarda a velocidade da absorção do açúcar, evitando os picos glicêmicos.

EIC DO BRASIL IND. E COM DE ALIMENTOS S/A / CNPJ: 05.207.076/0002-97 / Endereço: Rua VPR 01 S/N – Módulo 03 e 04 – Quadra 02B, na cidade de Anápolis, GO / Atendimento: 0800 722 7546

Produto adicionado ao carrinho com sucesso!

Para descobrir seu CEP digite seu endereço abaixo

*Digite seu endereço sem número do logradouro e evitando abreviações (como Av. R.)

Espere um instante